sábado, 7 de dezembro de 2013

vidas por um fio

foto tukayana.blogspot
A UCI de Santa Marta é uma barra pesada. 
Principalmente para quem está lá ligado a máquinas e tubos. Com a vida por um fio.
Mas para quem está deste lado da porta, também não é fácil.
Nunca tinha entrado neste hospital. 
Não precisei de lá ir. Fui acompanhar uma amiga, mas deu para perceber a energia que existe naqueles corredores, no elevador, nas paredes, nos bancos e sofás de espera.
Espera-se muito. Espera-se pouco...infelizmente. 
A vida presa por arames ali dentro, pessoas fazendo do coração um coração de ferro, cá deste lado.
Nunca tinha estado no hospital Santa Marta. Nem na UCI. 
Apenas no Maria Pia, em Luanda, quando me ia encontrar com a minha amiga Julieta, que era enfermeira nessa unidade hospitalar.
E no Hospital Santa Maria em Outubro/Novembro de 2007, pelas piores razões possíveis.
Sei que devemos conhecer a parte boa e também a má que a vida tem. 
Para, nem que seja, reflectirmos. 
Hoje a única coisa que sou capaz de pensar é no ditado que diz, antes cadeia que hospital.
E ainda que, a UCI de Santa Marta é uma barra pesada.

1 comentário:

apenas umas letras disse...

Um abraço para a menina e as melhoras para o conhecido ou conhecida que lá se encontra. beijos