quarta-feira, 24 de agosto de 2016

a Natureza, do meu olhar


do miradouro para o Tejo


fim de tarde - Carcavelos


porque será?!...

porque será meu amor, que não esqueço de te amar?

a minha vida se encanta
se anima, canta
e avança
a essa doce lembrança
ao som do verbo e da canção... 
na rima da poesia
nas notas da melodia
na fonte da inspiração

porque será meu amor que amar-te me dá alegria?

sorrio quando ( te ) me lembro
dos beijos que não te peço
e os junto, 
em palavras e versos
e os solto ao mar, 
no paredão
e olho o horizonte e espero
que a este gesto te devolvas
e d' alma pura me beijes
e depois ainda versejes
e rimes com o meu coração.

m.c.s.

paz

Há uma paz santa
No dia que avança
Minha alma sorri e canta
Como se fosse uma eterna criança...


m.c.s.

ponte e Tejo

Noite cor de breu
Ponte sobre o rio
Tejo meu,

Que p' ra sorrio...

m.c.s.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

sobre o amor

O Amor não precisa de certezas.
Ele vive de evidências. 


m.c.s.

domingo, 21 de agosto de 2016

a rentrée é hoje na Catedral


solidão

Nunca estou sozinha,
porque ando sempre comigo de braço dado.
Se acaso me ausento de mim, percebo,
que viver assim,
é tramado...


m.c.s.

sábado, 20 de agosto de 2016

nó(s) cego

Eu não te escolhi
Eu nada pedi
Fomos escolha do universo
Sem escolha 
Nem pedido
Nem perguntas
Que não quis saber
Se te queria amar
Se queria esse sonho agarrar
Agora, minha dor,
meu amor...
Que desfaça o nó cego que deu
Que eu aos céus e ao universo
Somente peço
Aquilo que pode ser meu.

m.c.s.

cavalo de batalha

Quando apostares em ti mais do que nos outros, apostarás no cavalo certo. E ganharás muitas corridas. E somarás muitas vitórias.

m.c.s.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

concluindo

Não sei do sucesso por ser sábia.
Sei de vitórias, pelos fracassos acumulados.

m.c.s.

a fé

Não sei se vou sorrir
Não sei se vou chorar
Não sei se quero ir
P' ra mais longe, sonhar
Não sei se sou amada 
Nem sei se já sei amar
Ou se basta a inspiração
Para ser abençoada
Não sei se o coração
Me prega uma partida
Não sei se a esperança é vã
E é uma causa perdida
Não sei o que fazer amanhã
Nada sei da minha vida
Mas sei que me sinto gigante
Em alegria constante
E tão perto de ser feliz...
Diz-me o sonho, mais o ego 
E a fé também mo diz...

m.c.s.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

pôr do sol

                                                                           foto.tukayana.blogspot

Na margem do Tejo - Cacilhas/Almada


                                                                         fotos.tukayana.blogspot

Do alto do elevador

                                                                               foto.tukayana.blogspot.

saudade

...e, na saudade em que acordei, hoje, queria o meu tempo de volta, para te sonhar;
e num tempo meu e teu, estar em tempo de te amar...


m.c.s.

sobre a solidão

Diz que quem vive sozinho fala com as paredes.
Eu digo antes, que, as paredes respeitam demais o silêncio dos solitários.

m.c.s.

a ponte Vasco da Gama


dona Pitanga


pensamentando-me

Não deixes o medo subtrair os teus sonhos de seres feliz.

m.c.s.

todas as vezes...

Todas as vezes foram despedidas.
O beijo da chegada
Um novo olhar
A palavra dita
E a intenção...
Eu queria-as reencontros
Alegria
E descoberta
Confissão
Emoção...
E de tanto tudo querer
Esqueci-me de te dizer
Que um amor só é Grande
Se todas as vezes são despedidas
Mais que um presente, saudade...
Mais do que chegadas, partidas
Mais que um momento, um caminho
Um desejo de eternidade...

m.c.s.

margem sul - Cacilhas